Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Erros passados.png

Estes são os grandes feitos que a coligação PPD-PSD e CDS-PP oculta em campanha eleitoral mas é necessário que as pessoas recordem.

  • Passos Coelho/PSD/CDS = troika
  • Dívida de 78 mil milhões de euros que os portugueses estão a pagar e aumento da dívida em mais 30 mil milhões
  • Austeridade mais além da troika
  • O 'chefe' do PSD não cumpriu as suas promessas eleitorais
  • Tecnoforma (passos não pagou primeiramente o que devia à segurança social e depois não pagou tudo)
    • Corrupção e trafulhices:
      • Fomentiveste
      • Marco António Costa
      • Oliveira e costa
      • Cristina Ferreira
      • Luís filipe Menezes
      • Duarte lima
      • Isaltino Morais
      • BPN
      • BPP
      • BES
  • Cavaco Silva (o inútil/fantasma desta legislatura [reforma de 10.000 euros que não é suficiente e que ele ia receber mais que isto] e que quando aparece foi para iludir os lesados do BES em conjunto com Passos Coelho)
  • Miguel Macedo (vistos gold)
  • Miguel Relvas (licenciatura em 1 ano)
  • Nuno Crato (incompetente)
  • Paula Teixeira da Cruz (outra incompetente, Citius...)
  • Vítor Gaspar (enorme aumento impostos)
  • Maria Luís Albuquerque (idem)
  • Tribunais e escolas fecham portas por todo o país
  • Hospitais com falta de pessoal
  • Cortes nos salários da função pública
  • Cortes nas pensões
  • No rendimento mínimo e outros rendimentos sociais
  • Congelamento da progressão de carreiras
  • Paragem por completo da construção de obras públicas
  • Cortes na investigação científica, ensino artístico e educação
  • Aumento do IVA na restauração
  • Sobretaxa de IRS
  • Aumento do preço cobrado nos transportes públicos
  • Redução de feriados
  • Corte nas férias
  • Aumento das taxas moderadoras
  • Criação de novas portagens
  • Aumento do horário de trabalho para 40 horas semanais
  • Redução de 50 mil funcionários públicos com rescisões
  • Mobilidade especial
  • Diminuição do pagamento de horas extraordinárias
  • Corte nas pensões de viuvez
  • Aumento da idade da reforma para 66 anos
  • Maior manifestação de sempre da “geração à rasca” que no fim juntou todas as gerações
  • Venda das empresas do estado por uma ninharia
  • Tribunal constitucional declara como inconstitucionais imensas medidas que o governo pretendia implementar
  • Estatísticas de emprego manipuladas com trabalhos precários, formações e estágios mal remunerados
  • Não houve reforma do estado apostando por exemplo na eficiência e alocando os recursos de forma adequada e etc., pelo contrário e só se escondeu o buraco com mais dinheiro
  • Lista VIP que incluía quatro nomes: passos coelho, cavaco silva, paulo portas e paulo núncio
  • Governo não faz nada quanto à base das Lages
  • 20% da população portuguesa é pobre e socialmente excluída
  • Iva aumentou em 2015 de 23 para 23,25%
  • Deixam a sardinha ficar para os espanhóis pescarem
  • Não têm programa de governo como o ps por exemplo
  • Sondagens manipuladas (...as sondagens não são inspecionadas por nenhum organismo), ligação entre as sondagens da universidade católica (católicos conservadores por natureza) e PSD (partido conservador) que nunca na vida se aproximam sequer do PS depois de tudo o que fizeram no país e o que tem acontecido nos últimos dias é que têm tentado colar-se ao PS e junta-se a isso a ajuda de meios de comunicação como o expresso, a sic, sic notícias, visão e outros
  • Programa "vem" que só abrange 20 portugueses quando mais de 350 mil se foram embora
  • A coligação que lidera perdeu todos os debates com todos os partidos
  • Foi confrontado com manifestantes e pessoas pobres de todas as gerações mesmo em tempo de eleições e mesmo assim continua a mentir descaradamente aos portugueses em vários temas como a sua culpabilidade da troika vir para Portugal, do país estar cada vez mais pobre e de existirem pessoas que realmente se vêm aflitas para sobreviver.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:10


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Paulo a 03.09.2020 às 16:35

Tem mais:

Tentativa de implementação da asquerosa Prova de Acesso à carreira de professores;
Assinou contrato de autonomia com 400 escolas em apenas um ano (mais de uma por dia) evitando assim que os professores pudessem concorrer no concurso nacional a essas mesmas escolas;
Obrigou os professores a concorrerem através do asqueroso concurso BCE que obrigava aos professores concorrerem escola a escola individualmente e que adulterava as listas de graduação tornando as colocações numa autêntica roleta russa;
Acaba com 2 grupos de docência, EVT e Educação Musical, retira créditos horários às escola e coloca cerca de 30.000 professores no desemprego em apenas um ano;
Aumenta as tabelas de IRS reduzindo ordenados de 1.100 euros para 850 euros;
Acaba com a maior parte das deduções no IRS;
Financiou o ensino privado em milhares de euros, colégios dos amigos que faziam (fazem) vida de autênticos industriais. Professores eram obrigados a trabalhar nas quintas particulares dos directores se queriam ver o seu horário renovado;
Vende/privatiza a CP carga (que dava lucro ao estado) a um grupo financeiro Suíço, à MSC Rail em julho de 2015, por 53 milhões. 51 milhões dos quais foram injectados na empresa quase ao mesmo tempo;
Vende/privatiza os CTT (que dava lucro ao estado). Lucros garantidos para o novo dono, a Goldman Sachs do social-democrata Luís Arnaut;
Concessão por 30 anos do Oceanário de Lisboa (lucros liquidos de 3/4 milhões ano), adjudicada em junho à Sociedade Francisco Manuel dos Santos, (dona do Pingo Doce) por 24 milhões de euros;
Tentativa de venda/privatização da CGD;
Privatiza a STCP e Metro do Porto (depois anulada pelo novo governo);
Privatiza os estaleiros de Viana para resolver a dívida da Martifer, processo conduzido pelo ex-ministro Aguiar Branco;
Vende/privatiza a EDP;
Vende/privatiza a REN;
Mantém as rendas excessivas da EDP;
Vende a Fidelidade, ANA, EGF, e também a TAP;
A saga continuou. Na alienação da Empresa Geral de Fomento, líder na gestão de resíduos urbanos, o governo foi assessorado pela sociedade de advogados Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva. E o concurso foi ganho pela Mota-Engil, cujos advogados são os mesmos;
Planos para desactivarem a linha de caminhos de ferro do Minho;
Obrigatoriedade de apresentação quinzenal nos centros de emprego dos desempregados a receberem subsidio;
Permite reformas de 7.000 euros como a de Assunção Esteves aos 42 anos. Carlos Melancia e Rocha Vieira, com as subvenções de 9727 euros e 13 mil euros;
Aumenta as contribuições do Funcionários Públicos para a ADSE para 3,5%. Rouba esse mesmo dinheiro para equilibrar as contas do estado;
Entrega o país mais pobre do que recebeu. Regista nos quatro anos que cumpriu uma redução real do PIB de 4,5%. O segundo pior resultado é de Durão Barroso;

mas há mais...


Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.





Twitter