Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ZOOM SOCIAL - Cultura, sociedade e política

Apontamentos, comentários e OPINIÕES sobre política, economia, educação, sociedade e cultura. Confronto de afirmações, reflexões e contradições sobre o modelo social que temos.

ZOOM SOCIAL - Cultura, sociedade e política

Apontamentos, comentários e OPINIÕES sobre política, economia, educação, sociedade e cultura. Confronto de afirmações, reflexões e contradições sobre o modelo social que temos.

Discurso da minha posse se eu fosse Presidente…

Olhem bem para mim, alto, forte, louro, bem constituído, praticamente de raça ariana, sou agora o vosso Presidente. Reparem, aqui ao meu lado, no meu descendente e na sua pureza de jovem branco e louro.

Isto vai ser um bom prenúncio para o povo americano. Eu sou o messias que trago esperança ao nosso povo que voltará a ser impoluto de misturas. Sou o intérprete do sentir do povo. Iremos voltar ao nosso glorioso passado racista e segregacionista, vamos unir-nos em volta dos que acreditam na América e no seu passado, com orgulho militante. Não deixaremos que outros ocupem as nossas escolas, empregos e organizações.

A culpa das sucessivas crises económicas, do desemprego e as perdas que a América têm sofrido tem responsáveis: os imigrantes negros e latinos que deixaram entrar no nosso amado país, que foi grande, e irá voltar a sê-lo.

Vamos unir-nos, desunindo! Traremos valor à nossa América, limpando os lixos minoritários de homossexuais, e lésbicas. Colocaremos também as mulheres no seu respetivo lugar que é o de cuidar do lar e dos filhos para darem lugar aos maridos que encontrarão trabalho para sustentar a família, como sempre foi no tempo do nosso glorioso passado. A minha missão será conduzir a América a um progresso nunca visto e o regresso ao orgulho nacional.

Como todos os americanos puderam confirmar, durante na minha campanha eleitoral, sou exclusivamente qualificado para dirigir os destinos da América, elevando-a a um plano de grandeza. Tenho conhecimento dos males do mundo e de como dominá-los. A nossa sociedade está a ser minada e destruída pela predominância e proliferação de raças que imigraram para o nosso país e ocuparam o nosso espaço, vital para o nosso desenvolvimento. À semelhança do que a ex-União Soviética fez em Berlim, iremos nós também construir um muro junto à fronteiras.

Destruiremos o chamado sistema nacional de saúde que nos quiseram impor e que será privatizado, reduzindo os gastos públicos e lançando-o para mãos dos privados, que são os grandes motores do desenvolvimento económico.

Tenho a certeza das minhas convicções, como viram pela minha campanha. Elas são facilmente compreensíveis e todas muito simples e expressas em termos de preto e branco mas, neste meu mundo, todos serão bem-vindos.